PetróleoHoje | Vitória PetroShow 2024

FPSO Maria Quitéria lidera investimentos de R$ 25 bilhões

Eduarda Lacerda, Gerente Geral da UN/ES da Petrobras, ressalta o aumento de 40% na produção no estado com a chegada do FPSO Maria Quitéria

Por Rosely Maximo

Compartilhe Facebook Instagram Twitter Linkedin Whatsapp

A Petrobras tem previsto em seu último Plano Estratégico, para o período 2024-2028, investimentos de R$ 25 bilhões somente no estado do Espírito Santo, conforme disse nessa entrevista a gerente geral da unidade de negócios no ES, Eduarda Lacerda. Grande parte desse investimento será feita a partir da chegada do FPSO Maria Quitéria, no Parque das Baleias, neste ano para começar a produzir ano que vem. 

“Com a saída do FPSO Capixaba, que já estava prevista no nosso plano estratégico, a gente continua lá na região com a P-57, com a P-58 e com o FPSO Cidade de Anchieta. Serão, então, quatro plataformas produzindo e, com isso, teremos um remanejamento de poços entre as plataformas, o que é natural em todo projeto novo”. Lacerda indicou que a expectativa é de aumentar em cerca de 40% a produção do Parque das Baleias. 

O FPSO Maria Quitéria também será a primeira plataforma da Petrobras a usar ciclo combinado na geração de energia elétrica e será all electric. “Isso vai permitir que ela emita 5 milhões de toneladas de CO2 a menos do que emitiria se não tivesse o recurso a essas duas tecnologias”, justificou Lacerda, acrescentando que cada vez mais a empresa tem aplicado otimizações nos turbogeradores em outras plataformas, reduzindo, assim, as emissões de gases de efeito estufa. 

“Aqui no Espírito Santo a gente tem uma configuração muito bacana, que permite, inclusive, o estudo de parques eólicos no sul do estado. Então temos tanto o Aracatu II, que é uma parceria com a Equinor, quanto o Espírito Santo I, que é uma área 100% Petrobrás. Além disso, estamos estudando várias opções de CCUS, tanto em reservatório produtor de petróleo como em reservatório salino para armazenamento de CO2 até para outras empresas que não a Petrobras.”

Assista a entrevista completa:

Newsletter Opinião

Cadastre-se para receber mensalmente nossa newsletter com os artigos dos nossos Colunistas e Articulistas em Petróleo, Gás e Energia

Veja outras notícias sobre vitória petroshow 2024

Últimas